19 de janeiro de 2014

Caboclo das Sete Encruzilhadas

Sete Encruzilhadas
Numa tribo de índios da nação Tupi-Guarani vivia um menino que recebeu ensinamentos da cultura cristã e também do pajé da tribo. Estudou na capital do estado e posteriormente na corte recebendo instrução superior de direito. Como advogado teve intensa atividade profissional em defesa de escravos nos tribunais. Também invadia as fazendas de regime escravo libertando os cativos e colocando-os em local seguro. O seu verdadeiro nome era Caboclo das Sete Cruzes Ilhadas por ter nascido em um local onde existiam sete cruzes em uma ilha. Após ter desencarnado, voltou através da mediunidade de Zelio Fernandino de Moraes em novembro de 1908 como espírito mensageiro firmando as bases da Umbanda.