15 de agosto de 2013

Babaçuê


Babaçuê é um culto religioso popular no Norte e Nordeste do Brasil em especial nos estados do Amazonas e do Pará. Também chamado de Batuque de Santa Bárbara ou Batuque de Mina, cultua tanto Orixás como Voduns. Como Batuque de Santa Bárbara, cultua os Orixás Nagôs Iansã e Xangô, a primeira protegendo as mulheres e o segundo, os homens; e na versão Batuque de Mina, cultua os Voduns. Através dos cânticos que recebem o nome genérico de doutrina, agrupa tradições religiosas negro africanas, nagôs e jejes, bem como crenças recebidas da pajelança. 

Xambá

A Nação Xambá é uma religião afro-brasileira ativa em Olinda, Pernambuco. Apesar de algumas pessoas afirmarem que o culto Xambá no Brasil está praticamente extinto, o mesmo ainda permanece vivo mantendo seus ritos, mitos e tradição. Apesar de os Orixás serem praticamente os mesmos do Candomblé, existe diferença na sua forma de culto. Os orixás cultuados na tradição Xambá são: Exu, Ogum, Odé, Ibeji, Nanã, Obaluaiê, Ewá, Xangô, Oyá, Obá, Afrekete, Oxum, Iemanjá e Orixalá. Os toques são sempre as 16 horas da tarde, e em todos eles é servido aos filhos de santo da casa e aos convidados um café com manguzá (iguaria feita de grãos de milho branco cozidos em caldo açucarado com leite de coco e canela) que é tradição da casa. Diversos autores apontam o povo Xambá ou Tchambá, como povos que habitavam a região ao norte dos Ashanti e limites da Nigéria com Camarões, onde existem várias famílias com esse nome, tendo inclusive participado nas lutas pela independência daquele país.