14 de fevereiro de 2013


R
Rà - Comprar
Rá - Engatinhar
Rárá - Não
Rári - raspar a cabeça
Re - Ir
Réin - Rir
Rèrè - Coisas boas, boa fortuna
Rere - Muito bem
Rérìn - Rir
Rí - Ver
Rìn - Andar
Rìn - Trabalhar
Riri - Tremer de medo
Rò - Pensar
Roboto - Redondo
Ròjo - Chover
Ronkó - Quarto de santo destinado à iniciação
Ronu - Pensar
Rúbo - Sacrifício
Rum, Rumpi, Runlé - Atabaques
Run - Perecer, sucumbir
Rungebê - Contas sagradas de Obaluayê
Rúsúrúsú - Amarelo

S
Sáà - Estação, determinado espaço de tempo
Saju - Antes
Sàn - Estar bem
Sánku - Morte prematura
Sánmò - Céu
Sanra - Estar gordo
Sanro - Gordo
Sarapebé - Mensageiro
Sáré - Rápido, correr
Saworo - Artefato de palha trançada e que tem como fecho um guizo
Sè - Cozinhar
Sééré - Chocalho sagrado para o Orixá Xangô
Ségègé - Tirar a sorte
Sègi - Colar de contas azuis, feito com dois tons, um escuro que é de 
Ogum e um outro mais claro que é de Oxalá
Sèké - Mentir
Si - Abrir
Si Ori - Abrir a cabeça
Simi - Descansar
Sínun - Dentro
Sirè - Diversão
Siri - Conjunto de danças cerimoniais onde ocorrem distintos ritmos,
cânticose estilos coreográficos característicos do desempenho de cada
Orixá
Sirrum - Cerimônia fúnebre utilizada para desprender o corpo material 
do espírito
Sise - Trabalho
So - Amarrar
Sódé - Fora
Sòkoto - Calças
Sòrò - Falar
Sòtito - Ter fé
Sùn - Dormir
Sunkun - Chorar
Sùrú - Paciência


O
O - Ele, ela, isto
Obá - Rei
Oba obìnrin - Rainha mãe
Obé - Termo que designa a faca usada nos sacrifícios
Obé fari - Navalha
Oberó - Alguidar
Obì - Noz de cola, usado num sistema de adivinhação
Obí - Sexo feminino
Obinrin - Mulher
Òbo - Macaco
Òbukó - Bode
Odé - Caçador
Òde - Do lado de fora
Òde ayé - O mundo todo
Odideé - Papagaio
Odò - Rio
Òdodo - Justiça
Odù - Destino
Odukun - Batata doce
Odún - Ano
Òdúndún - Erva medicinal
Ofá - Arco e flecha
Òfin - Lei, direito
Ofò - Feitiçaria
Òfurufú - Respirar, ar, espaço
Ògá - Chefe
Ogbe - Crista de galo
Ogbo ato - Ficar velho, vida longa
Ogbo ato - ficar velho, vida longa
Ògèdè - Encanto, feitiçaria
Ogìnrin - Mulher
Ohùn - Voz
Òjiji - Sombra
Ojise - Mensageiros
Òjò - Chuva
Òjòlá - Jibóia
Ojú - Olho ou face, dependendo do contexto
Ojú - óòri - Sepultura, túmulo
Ojù àse - Força nos olhos
Ojú ònà - Caminho, estrada
Oju ona - Olho da rua ( caminho )
Ojú Òrun - Céu
Ojubona - Professor
Oka - Cobra
Okan - Coração
Òkè - Montanha
Oko - Esposo
Òkú - Cadáver, defunto
Okun - Oceano
Okunlin - Homem
Òkúta - Pedra
Olé - Ladrão
Olodê - Senhor da rua
Olórí - Chefe
Olórum - Deus
Olòwò - Sábio mais velho
Olùkó - Professor
Omi - Água
Omi tútù - Água fria
Omi ayé - As águas da terra
Omi Dúdú - Café preto
Omira - Sangue menstrual
Omo - Criança
Omodé - Criança jovem
Ònà - Estrada, caminho
Ongé - Comida
Oníbàárà - Cliente
Oníbode - Porteiro
Onílé - Guarda da casa
Oni're - Nome em louvor para o Orixá Ogum, que significa
"chefe da cidade de Ire"
Onísé - Trabalhador
Onje Àárò - Café da manhã
Onje Alé - Jantar
Onje Òsán - Almoço
Òòni - O Rei da nação Yorubá
Oòrùn - Sol
Òòsà - O mesmo que Orixá
Ope - Palmeira
Òpèlè - Colar aberto no qual se encadeiam oito metades de coquinhos
de dende, mediante um fio trançado de palha-da-costa. É o instrumento
divinatório privativo dos autênticos sacerdotes de Ifá
Òpin ìsìn - O fim do ritual
Òpolo - Sapo
Òpópó - Rua
Òpùrò - Mentiroso
Òrè - Amigo 
Orí - Termo que designa a cabeça
Oríkì - Conjunto de narrativas da saga mística dos Orixás que proclamam
seus feitos
Orílè - Nome de uma nação
Orin - Cantiga
Orógbó - Fava de uma planta africana
Òrùn - Pescoço
Orúnkún - Joelho
Òsa - Lagoa
Osán - Fruta
Osàn - Laranja
Òsé - Sabão
Òsè - Semana ritual de quatro dias
Òsí - Esquerda
Osó - Bruxo
Osù – Mês
Òsupá - Lua
Osùu - Artefato cônico, confeccionado a partir de substâncias sagradas
de origem animal, vegetal e mineral, imposto a cabeça do noviço após
as incisões rituaisfeitas sobre o alto do crânio
Ota e Okuta - Pedra
Otí - Álcool
Otí Bìá - Cerveja
Otin Dudu - Vinho tinto
Otin fum-fum - Aguardente
Otin nibé - Cerveja
Òtitó - Verdade
Otu - Sacerdote que faz oferendas em nome do Rei 
Òtún - Direita
Òun - Ele (a)
Owó - Dinheiro
Owo - Não
Oyin -Mel

P
Pá - Matar
Pada - Voltar
Padê - Encontrar
Pàdé - Rito que é desempenhado no início das cerimônias do candomblé
em homenagem a Exu
Paeja - Pescar
Pákí - Farinha de mandioca
Paki - Sala
Pákórò - Ritual noturno nos funerais
Pamó - Esconder
Paré - Desaparecer, ser destruído
Pari - Completar
Pariwo - Gritar
Patapá - Burro
Patéwó ou Ìpatéwó - Palmas em cadência
Pè - Chamar
Peji - Espécie de altar onde se encontram dispostos os diversos tipos de
insígnias do Orixá, como os òtas, armas e demais objetos simbólicos
Pèlé - Marcas na face que caracteriza as famílias
Peleke - Aumentar
Pembas - Espécie de giz de diferentes cores
Pépéiye - Pato
Pepelê - Banco
Pín - Dividir, repartir
Pitan - Contar historias
Pòòkò - Copo feito de uma casca de coco
Pupa - Vermelho
Púpò - Muito
Putu - Bom