13 de janeiro de 2013

Qualidades de Ewá no Candomblé

Candomblé

Awò: A Senhora dos mistérios do jogo de búzios. Divindade pouco 
cultuada no Brasil, tem fundamento com Oyá, Oxóssi e Ossanhe
Bamio: A Senhora das pedras preciosas, ligada a Ossanhe
Fagemy: A Senhora dos rios encantados, ela é quem tem o poder de 
fazer surgir o arco íris e tem por obrigação sustentá-lo no céu. 
Ligada a Airá, Oxun e Oxalá
Gebeuyin: A primeira a surgir no mundo. Faz os banhos de ervas 
darem positivamente e traz a abundância de alimentos. 
Veste vermelho e amarelo claro. Come com Omulu, Oyá e Oxum. 
Nas tempestades ela pode se transformar numa serpente azulada
Gyran: É a deusa dos raios do sol. Controla os raios solares para 
que eles não destruam a terra. É a formação do arco-íris duplo que 
aparece em torno do sol. Metade é Ewá e a outra é Bessem. 
Platina, rubi, ouro e bronze vão em seu assentamento. 
Come com Omolu, Oxum e Oxossi
Salamim: A Senhora guerreira, jovem, habitante das florestas, 
muito feminina e charmosa, ligada a Oxóssi e Iemanjá

Nenhum comentário:

Postar um comentário