19 de janeiro de 2013

Eu tenho um Santo padroeiro e poderoso
Que é meu pai Ogum.
Eu tenho outro santo que me ampara na descida
Que é meu pai Xangô, Kaô!
E quem me ajuda no meu caminhar da vida
Pra ir na corrida do ouro
É Oxum, é Oxum
Nas mandingas que a gente não vê, mil coisas que a gente não crê
Valei-me meu Pai! Atotô, Obaluaê!

Nenhum comentário:

Postar um comentário