18 de dezembro de 2012

Amistad

O filme Amistad relata a luta de um grupo de escravos africanos em território americano, desde a sua revolta até seu julgamento e libertação. Remonta ao ano de 1839 e é baseado em fatos verídicos que ocorreram a bordo do navio La Amistad.  Através desta trama de forte conteúdo emocional, é possível conhecer as condições de captura e transporte de escravos africanos para os trabalhos na América do Norte, a máquina jurídica americana e as primeiras medidas para a abolição da escravatura naquele território.

Veja o trailer:


Sinopse:
Costa de Cuba, 1839. Dezenas de escravos negros se libertam das correntes e assumem o comando do navio negreiro La Amistad. Eles sonham retornar para a África, mas desconhecem navegação e se vêem obrigados a confiar em dois tripulantes sobreviventes, que os enganam e fazem com que, após dois meses, sejam capturados por um navio americano, quando desordenadamente navegaram até a costa de Connecticut. Os africanos são inicialmente julgados pelo assassinato da tripulação, mas o caso toma vulto e o presidente americano, que sonha ser reeleito, tenta a condenação dos escravos, pois agradaria aos estados do sul e também fortaleceria os laços com a Espanha, pois a jovem Rainha Isabella II alega que tanto os escravos quanto o navio são seus e devem ser devolvidos. Mas os abolicionistas vencem, e no entanto o governo apela e a causa chega a Suprema Corte Americana. Este quadro faz o ex-presidente, um abolicionista não-assumido, sair da sua aposentadoria voluntária, para defender os africanos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário