30 de março de 2012

Oxum

Oxum é muito bonita, charmosa, e possessiva. É intuitiva e sente quando algo não está bem. É uma boa anfitriã e tem boa fé, não percebendo a maldade dos inimigos. Pela sua beleza, Oxum teria despertado muitos amores, mas seu relacionamento mais importante foi com Xangô. É considerada a Deusa do ouro, da beleza, do dinheiro, da riqueza, do amor, do casamento, da felicidade, do perfume, da vaidade, do mel e de tudo que é doce.  Mulheres grávidas ou que querem engravidar recorrem a Oxum para que lhe dê proteção, pois é a padroeira da fecundidade, protegendo o feto e a criança em gestação. 
Todos os rios, lagos, lagoas e cachoeiras pertencem a este Orixá.  Pela hierarquia é o primeiro Orixá doce seguida de Iemanjá e Oxalá, formando assim o grupo de Orixás chamado de Cabeças Grande.

Lenda sobre Oxum:
Logo que todos os Orixás chegaram à terra, organizavam reuniões das quais mulheres não podiam participar. Oxum, revoltada por não poder participar das reuniões e das deliberações, resolve mostrar seu poder e sua importância tornando estéreis todas as mulheres, secando as fontes, tornando assim a terra improdutiva. Olodumaré foi procurado pelos Orixás que lhe explicaram que tudo ia mal na terra, apesar de tudo que faziam e deliberavam nas reuniões. Olodumaré perguntou a eles se Oxum participava das reuniões, foi quando os Orixás lhe disseram que não. Explicou-lhes então, que sem a presença de Oxum e do seu poder sobre a fecundidade, nada iria dar certo. Os Orixás convidaram Oxum para participar de seus trabalhos e reuniões, e depois de muita insistência, Oxum resolve aceitar. Imediatamente as mulheres tornaram-se fecundas e todos os empreendimentos e projetos obtiveram resultados positivos. Oxum é chamada Iyalodê, título conferido à pessoa que ocupa o lugar mais importante entre as mulheres da cidade.

Arquétipos dos filhos de Oxum:
Os filhos de Oxum são graciosos e elegantes, com paixão pelas jóias, perfumes e vestimentas caras. São símbolos de charme e beleza. São pessoas voluptuosas e sensuais, porém mais reservadas que Iansã. Evitam chocar a opinião pública, à qual dão grande importância. Sob sua aparência graciosa e sedutora escondem uma vontade muito forte e um grande desejo de ascensão social.
Características Positivas: 
Pensativos, elegantes, charmosos, atenciosos, trabalhadores, espertos e tem um doce no olhar. São vaidosos, afetivos e carismáticos. Como profissionais, as pessoas regidas por Oxum são sensatas e dedicadas. Amam com sinceridade e dedicação. Conhecem o feitiço e fazem bom uso dele. Quando fixam um objetivo não medem sacrifício para conseguir atingir sua meta.
Características Negativas: 
Chantagistas, choram para ter a piedade dos outros, dramáticos, são matreiros, debochados, possessivos, exigentes, ciumentos, autoritários. Gostam de palpitar sobre os problemas alheios, adoram criticar.

Qualidades: Epandá de Ibejis, Epandá, Demun, Olobá, Docô 
*Epandá de Ibejis: É a Oxum criança
*Epandá: É a Oxum jovem e guerreira. Esposa de Oxossi Ibualama, vive no mato com seu marido. É desconfiada, astuta, observadora e intuitiva. É muito feiticeira e tem ligação com o fogo. É a rainda da cidade que leva seu nome, a verdadeira Ọ̀ṣun Ijeṣa que veio de Ijesa ou de Ipondá.
*Demun: É a Oxum de meia idade, a que se casa com Ossanhe.
*Olobá: Uma Oxum velha porém que se manifesta ereta, é maternal e amorosa.
*Docô: a mais velha das Oxuns, a matriarca e idosa. e chefe das mulheres. Maternal avó amorosa é uma mulher que tem numerosos filhos e netos, mas é bastante severa e autoritária.
Saudação: Ore Yeye O: Chamemos a benevolência da Mãe!
Dia do ano: 12 de Outubro ou 08 de dezembro
Dia da Semana: Sábado
Flor: Rosas amarelas ou outras flores amarelas
Comida: Canjica amarela
Doce: Quindim, pudim, ambrosia
Animal de estimação: Aranha
Função: Gravidez, amor, demanda, dinheiro
Número: 08
Cor: Amarelo
Ferramentas: Leque, búzios, jóias, espelho, pente, meia lua, conchas, moedas, búzios
Frutas: Melão, pêssego, ameixa amarela
Ervas: Dinheiro em penca, alecrim
Legumes: Couve, cenoura, moranga
Ajuntós:
*Epandá de Ibejis: com Xangô Aganjú de Ibejis 
*Epandá: com Bará Agelú, com Ogum Adiolá, com Xangô Aganjú, com Oxalá Obocum, com Oxalá Olocum
*Demun: com Ossanha
*Olobá: com Xangô Agodô, com Xapanã Belujá
*Docô: com Oxalá Jobocum, com Oxalá de Orumilaia 

8 comentários:

  1. Amei saber um pouco mais deste orixá que tanto Amo, pois é minha Mãe guerreira e maravilhosa e assim como um todo, eu tenho uma imensa gratidão, pois além ser uma Grande Mão Protetora, ela me da a confiança de poder todos os dias agradecer de ser sua Filha...
    Tenho um imenso Orgulho de dizer: Sou de Osun.
    Ora Yeye O.

    ResponderExcluir
  2. filha de oxum com muito amor

    ResponderExcluir
  3. adorei saber sobre a oxum, sou uma filha de iansã mais recebo a oxum não sabia nada sobre ela agora fiquei por dentro.

    ResponderExcluir
  4. Nao vi nada sobre oxossi, mas agora vi que tem uma oxum q e mulher dele, como e isso.. oxossi e um orixa? ou ele se manifesta so na umbanda como chefe dos caboclos? obrigado
    quem sao olodumare e odudua... q enganou axala...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Luciano
      No candomblé Oxóssi é considerado um Orixá, rei da caça, que para nós no Batuque é cultuado como Odé.
      A respeito de Olodumaré e Odudúa publicamos uma matéria esperando que a mesma seja esclarecedora.

      Excluir
  5. Oi Josue
    No Batuque não cultumos Apará, porém a associamos a Oxum Epandá.

    ResponderExcluir